O Fio

Ariadne era, à exceção de ser filha do poderoso rei Minos de Creta, uma moça como todas de sua idade, cheia de sonhos e ilusões a respeito de sua vida, seu futuro e suas realizações.

Tinha como características pessoais mais marcantes a inteligência e senso de observação que lhe facilitavam respostas rápidas às mais diversas situações. E como toda bela tem um irmão que é uma fera, não fugimos à regra, Ariadne era irmã do temido Minotauro, temido por ser uma mistura de touro e homem, o que o fazia ser excluído do convívio na corte, sendo obrigado a habitar o centro do labirinto.

Numa data determinada, a cada nove anos, um grupo de jovens atenienses (7 moças e 7 rapazes) deveria ser oferecido ao Minotauro como pagamento do famoso tributo de Atenas para Creta.

Ariadne assistia, entre aflita e curiosa, a cada detalhe daquele desfile onde se exibia um misto da beleza, virilidade e potência da juventude, ao mesmo tempo em que se escancarava a efemeridade a até mesmo a banalidade do valor da vida humana, pois todo aquele que se arriscou a entrar no labirinto jamais saiu para contar sua experiência, ou por ter sido devorado pelo monstro ou por não ter encontrado o caminho de volta.

O clima do amor estava no ar. Ariadne estava perdidamente apaixonada porTeseu, que compunha o grupo de jovens e era filho do rei de Atenas. Seu porte e estatura o faziam sobressair-se perante os demais, facilitando o enfrentamento do grande inimigo, o Minotauro.

Na verdade, eram dois os inimigos, e só a força física não bastava, era preciso ter um meio de sair do labirinto. Ariadne ofereceu uma solução para o problema, dando a  Teseu um novelo de linha que deveria ser desenrolado durante todo o trajeto ao centro do labirinto. Haveria então, o enfrentamento com o Minotauro, e depois era só enrolar a linha novamente e encontrar o caminho da saída.

E eis que as duas forças se encontram. O masculino e o feminino. Que se interdependem, se entrelaçam e se complementam. São duas forças que estão contidas em cada um de nós. O fazer, a coragem, a força física e bruta, é o masculino. E o elaborar, o sentir, o maquinar e o simplificar, o feminino.

Ao reconhecer e potencializar estas duas forças de forma equilibrada, o ser humano passa a enxergar novas possibilidades nos seus relacionamentos intra e inter pessoais. É só achar o seu fio.

***

O Fio de Ariadne foi idealizado por Maria do Carmo Marques de Barros Torres, Psicóloga Clínica (CRP 12780-6) e Educadora, divide espaço com outros profissionais e atendimentos diversos como Psicologia, Psicopedagogia, Acompanhamento Escolar, Workshops, Cursos, Palestras, Terapias Complementares como Massagens, Acupuntura, Reiki, Cromoterapia, Cura Prânica, Yoga, Oficinas de Memória, e muitas outras atividades.

O Fio de Ariadne é uma metáfora do fio da vida, e tem como proposta conduzir o indivíduo ao autoconhecimento e a melhoria nas relações intra e interpessoais.

Os processos são pautados em abordagem Junguiana, sem porém desprezar uma série de técnicas pertinentes às necessidades.

Faça-nos uma visita para conhecer pessoalmente a proposta de trabalho.

4 comentários em “O Fio”

  1. Onde li , “Minha História”, voce descreve com tanta simplicidde sua vida, e vendo esta cara de diplomata, penso: É gente como a gente. Muito lindo, quem sou eu para ajudar a melhorar algo que está perfeito, só falta umas receitas de bolos, rsrsrsrs

  2. Amo o Fio de Ariadne, e quero desenrolar e enrolar, ao mesmo tempo, o fio da vida…
    Me escreva…
    Bjos,
    Lilian

  3. Este site é uma verdadeira fonte de sabedoria, à disposição de quem quer se conhecer e conhecer o universo. Parabéns, Du.

  4. Meu querido amigo José Luis, venha navegar conosco sempre que o desejar, e como já deixei aberto o convite, venha fazer parte efetiva da página, venha remar conosco. forte abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s