Fio de Ariadne

SER PROFESSOR(A)

Particularmente não gosto de Shopping Center. Um passeio que para mim é chato e vazio, sem sentido. Dificilmente vou a um.

No intuito de fazer uma pequena compra e pagar algumas contas, ao supermercado rumei. Preferi um dentro de um complexo de shopping center.

Com as tarefas cumpridas, rumo rapidamente em direção ao estacionamento, no corredor, a vitrine de uma loja me chama especial atenção. Uma loja de bijuterias finas e alguma jóia ou semi jóia como gostam alguns de a elas se referirem.

Um tempo olhando a vitrine, resolvo entrar.

Mas em que estou interessada ou procurando? Pergunta uma atendente. O que eu gostaria de comprar? Pergunto eu aos meus botões. “Nada, na verdade nada. estou só olhando, me maravilhando com coisas bonitas”, digo à atendente que me devolve o sorriso.

E fico mesmo me maravilhando com aquelas coisas, nem sei se são bonitas, ou se gosto, mas as aprecio.

Do nada digo à atendente que gostaria de ver alianças em prata com ouro.

Prontamente e simpaticamente a moça diz que há para todos os gostos e bolsos.

Ok, posso ver? pergunto.

Enquanto vejo as alianças, ela me pergunta qual o objetivo destas alianças em especifico. Respondo que nas bodas de prata não fizemos  as alianças. Penso comigo que nem sei se ainda isto usa… e como estamos comemorando 35 anos de casamento e esta comemoração tem especial significado para nós, um par de novas alianças pode ser bacana.

A moça atendente, sempre muito solícita e educada me olha com um olhar diferente. Eu estranho já sem jeito… continuo olhando e conversando coisas banais.

Do nada a moça me pergunta:

A senhora é professora? A senhora é a Dona Maria do Carmo?

Paro o que faço e olho para a moça já bastante sem graça.

“Olha, lecionei durante um bom tempo, mas faz outro bom tempo que não mais leciono.

Ao que ela responde:

“Fui sua aluna de Psicologia e Filosofia”. Uma aluna de uma escola pública nos arredores do mesmo Shopping. Incrível!!!

Paro tudo e olho longamente para a moça que agora tem um nome, chama-se Vanessa.

“Vanessa, não sei como se lembra de mim e das disciplinas que trabalhei, saí de lá em 2.002. Estou emocionada e muito honrada com sua lembrança, e me desculpe se não a reconheço. Os anos passaram e os alunos eram muitos”… Conversamos mais um tempo.

Saio da loja com a promessa de retornar com meu marido e escolhermos as alianças.

Mas um gosto estranho vem até a boca. Um gosto grande de vergonha de ter me esquecido de alguém que sim, me foi muito importante, era uma de todos os alunos que passaram por mim, e como eu gostava de todos eles… E eu não me lembro dela.

E junto ao gosto da vergonha, sobe um gosto de alegria de ter sido reconhecida e ainda valorizada, depois de tanto tempo, pelo menos 16 anos de envelhecimento e mudanças. Naquela época eu tingia os cabelos e brincava quando me questionavam o por que da mudança de cor só para não ser importunada nas ruas pois me confundiam com a Sharon Stone, atriz super linda e admirada na época, eles riam e se divertiam comigo, e eu com eles. Tudo muito leve e gostoso. Puxa, que bacana!

Daí penso mais claramente e com mais discernimento: Não posso ser pretensiosa e vaidosa em achar que Vanessa tenha se lembrado de mim pelos meus belos olhos azuis que nem os tenho. Tampouco ela não se lembrou de mim por eu ser assim ou assado…

Vanessa se lembrou de mim porque eu fui sua professora. Ela viu em mim uma figura representativa, a do professor. A do educador.

A figura do professor é que tem valor. Daí constato: o professor jamais é esquecido!

Saio do estacionamento do Shopping tão feliz em saber que de alguma forma eu, na figura e papel de professora semeei alguma plantinha… E como eu amava exercer este papel, de semeadora.

Bom demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s