Fio de Ariadne

A FALHA

Numa exposição de obras de arte, havia um quadro de um pintor muito famoso na região.

Era uma obra impressionante pela beleza, pela riqueza de detalhes e perfeição na luminosidade das cores.

Mostrava uma sonhora em trajes muito pobres, batendo à porta de uma linda mansão, impressa em meio a bosques, céu azul e montanhas ao fundo.

Havia muitos elogios e admiração por aquela obra até que um dos presentes percebeu uma falha no quadro: a porta não tinha fechadura, e, chamando o Curador, apontou a terrível falha naquela obra de arte.

O Curador então, com um leve sorriso nos lábios, disse:

“- É assim mesmo. Essa é a porta do coração. Só se abre por dentro.”

Ninguém conseguirá abrir a porta do nosso coração se nós mesmos não o fizermos antes.

 

Esta história foi extraída de uma revista de palavras cruzadas e passa o ensinamento simples e direto de que a chave de tudo está dentro de nós mesmos.

Não adianta a busca no exterior, não adiantam os subterfúgios para alcançar a essência de ser.

Cabe a cada um observar internamente a sua casa, o que ela contém.

Assim, através de escolhas pessoais abrir a própria porta para estabelecer relações adequadas e assertivas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s