Fio de Ariadne

A FORÇA DA PALAVRA

Na língua portuguesa, uma palavra (do latim parábola, que por sua vez deriva do grego parabolé) pode ser definida como sendo um conjunto de letras ou sons de uma língua, juntamente com a idéia associada a este conjunto. A função da palavra é representar partes do pensamento humano, e por isto ela constitui uma unidade da linguagem humana…”

                                                                                                                                           Wikipédia

A palavra é uma criação humana, e serve para nomear as pessoas, as coisas, as situações do mundo. O ser humano tem necessidade de nomear tudo. O nome ou a palavra a que se refere o objeto serve para representá-lo enquanto é abstraído pelo pensamento.

 O ser humano pensa o objeto, seja ele qual for, sem que este necessariamente esteja presente. Pode-se pensar um canguru, por exemplo, sem nunca ter tido o contato direto com este animal, bastando apenas ter tido informações suficientes sobre o que é um canguru.

Sendo assim, é através da palavra que os pensamentos, a imaginação e a linguagem são construídos. Dependendo do significado pessoal da experiência vivida da palavra são gerados os sentimentos e emoções.

A palavra proferida (falada, escrita, desenhada, dançada, musicada…) vem carregada de sentimentos, emoções e intenções. Sendo bem dita ou mal dita passa a ser bendita ou maldita. Equivale à significação e intenção que o interlocutor tem dela.

E eis aí a força da palavra: No seu significado particular, na sua intenção, na sua provocação.

A palavra possibilita o ser humano transformar o mundo e se transformar. 

A palavra tem o poder de cura, desde que haja o correto entendimento dos seus conteúdos, dos seus verdadeiros significados e das suas aplicações.

Uma boa maneira de se ter percepção da força da palavra, primeiro é fazer visitas constantes a um bom dicionário, concomitante a isto, levantar alguns pequenos questionamentos como:

Quais são as palavras que povoam o seu pensamento?

Quais as palavras mais usadas por você? O que quer dizer com estas palavras?

Como você transmite as palavras? Observe os sentimentos e emoções que acompanham as palavras que profere.

Quais as palavras que você gostaria de ter recebido de um interlocutor que lhe é importante?

Você profere as mesmas palavras que gostaria de receber?

As palavras são importantes para um relacionamento? Por quê?

Quais as palavras que você mais ouve ou ouviu? Observe os sentimentos e emoções que  acompanham tais lembranças.

Pode-se levantar uma série de outros questionamentos, sem deixar de observar a riqueza do vocabulário. O tráfego com as palavras é proporcional às possibilidades do uso que se faz delas.

 Abaixo uma piadinha (colaboração de MAURICIO FRANÇA FELIPE) para encerrarmos de forma leve o uso que se faz da palavra.

Um oficial do DEA (Drug Enforcement Administration) vai a uma fazenda, no Texas e diz ao dono, um velho fazendeiro:

“Preciso inspecionar sua fazenda por plantação ilegal de maconha!” 

O fazendeiro diz:

“Ok, mas não vá naquele campo ali”. E aponta para uma certa área. 

O oficial  “P” da vida diz indignado:

“O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo?” e tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro:

“Este crachá me dá a  autoridade de ir onde quero… e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta.  Está claro?  me fiz entender?”   

O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo.  

Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo  para salvar sua própria vida perseguido pelo Santa Gertrudes, o maior touro da fazenda… 

A cada passo o touro vai chegando mais perto do oficial, que parece que será chifrado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O oficial está apavorado. O fazendeiro larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões:
 

“Seu Crachá!!! Mostra seu Crachá!!!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s